3 things to keep in mind when localizing for the Latin American market

There are three main things you should take in mind when localizing your website, game or app for the Latin American market, including Brazil.

super-mario-odyssey
The “Mexican Mario” from Nintendo’s Super Mario Odyssey

Longer strings
First of all, make room for longer strings. Spanish and Portuguese texts tend to be 10-20% longer than their English counterparts. Even single words can be twice as long than their English counterparts.

Noun gender variation
If you are concatenating strings and using placeholders, make sure your code can handle variations for variations in noun gender (masculine/feminine) and number (singular/plural). One adjective or passive verb in English can lead to 4 different translations. For example:

English original: “%s updated”
Possible translations:

“%s atualizado(singular, masculine)
“%s atualizada” (singular, feminine)
“%s atualizados” (plural, masculine)
“%s atualizadas(plural, feminine)

Date and number format
When dealing with numbers, use the metric system for this region, as well as the date format DD/MM/YYYY. If  you are using code to write numbers with words and are dealing with really large figures, take into account that some countries use the short scale, while others use the long scale. Brazil uses the short scale just like US. However, most of Spanish-speaking Latin American countries, like European ones, use the long scale. For more information on short and long scales, check this article from Wikipedia.

Anúncios

Glosario Trilíngüe: Armas de Filo

Acá te dejo otro corto glosario para que uses en tu proceso de localización de juegos. Muy útil si estás trabajando en proyectos de género RPG, estrategia o aventura. Este glosario tiene 23 entradas y está enfocado en armas de filo como espadas y cuchillos, y términos relacionados (“de dos manos”, etc.)

Swiss longsword, 15th or 16th century.
Espada larga suiza, siglo XV o XVI.

Adelante, toma lo que necesites:

Enlace al Glosario Trilíngüe: Armas de Filo

Glossário Trilíngue: Armas de Lâmina

Eis aqui outro glossário curto para utilizar no seu processo de localização de jogos. Muito útil se você estiver trabalhando em projetos do gênero RPG, estratégia ou aventura. Este glossário contém 23 verbetes e está focado em armas de lâmina como espadas e facas, assim como termos relacionados (“de duas mãos”, etc.)

Swiss longsword, 15th or 16th century.
Montante suíça, século XV ou XVI.

O link está abaixo, é só pegar o que precisar:

Link para o Glossário Trilíngue: Armas de Lâmina

Trilingual glossary: Bladed weapons

Here’s a new, short glossary to use on your game localization process. Very useful for those working on RPGs, strategy and adventure genra. This one has 23 entries and focuses on bladed weapons such as swords and knifes, as well as related terms (e.g.: “two-handed”).

Swiss longsword, 15th or 16th century.
Swiss longsword, 15th or 16th century.

 

So, go ahead and grab what you need:

Link to Trilingual Glossary: Bladed Weapons

Trilingual glossary: Middle Age and Renaissance armor

How is that part of an armor that protects the arm called, again? Pro tip: It is not an arm plate. If you work as a game developer or concept artist and are working on a Middle Age or Phantasy-themed Project, it is important to get to know the anatomy of real, historical armors and learn the name of their parts as well. The complete set of plate armor, for example, is a body harness (in Spanish: arnés, in Portuguese: arnês).

Rustning,_Gustav_Vasa_-_Livrustkammaren_-_24359.tif
Armadura de Gustavo I de Suecia, hecha en 1540.

In the following link, you will have access to a short glossary of 23 entries, containing the names of the most common pieces in Middle Ages and Renaissance plate armors, in English, Portuguese and Spanish:

Link to Trilingual Glossary: Middle Age and Renaissance Armor

Glossário trilíngue: armadura medieval e renascentista

Sabe como se chama aquela parte da armadura que protege o ombro? Então, não é ombreira. Se você trabalha desenvolvendo jogos ou com arte conceitual e está em algum projeto com temática medieval ou fantástica, é importante conhecer a anatomia das armaduras históricas reais e como se chamam as suas partes. O conjunto completo da armadura de placas, por exemplo, chama-se arnês (em inglês: body harness, em espanhol: arnés).

Rustning,_Gustav_Vasa_-_Livrustkammaren_-_24359.tif
Armadura de Gustavo I da Suécia, de 1540.

A seguir compartilho um link para um pequeno glossário de 23 verbetes, com os nomes das peças da armadura de placas medieval e renascentista, em inglês, português e espanhol:

Link para o Glossário Trilíngue: Armadura Medieval e Renascentista

Como se traduz “shortsword”?

Como se traduz shortsword? E longsword? Ao contrário do que os nomes em inglês sugerem , não são uma “espada curta” e uma “espada longa”. Assim como o termo “relógio analógico” só surgiu com a invenção do relógio digital para diferenciar os dois, o termo shortsword só surgiu com a popularização da longsword para diferenciar as duas armas. A seguir explicarei rapidamente cada um dos termos e como traduzi-los.pixelsword

Longsword é um termo genérico para a espada europeia de duas mãos, cujo auge foi a Idade Média Tardia, e não deve ser traduzido ao pé da letra. Em português, esta arma se chama montante. Variações regionais costumam ter um nome próprio na língua local (Claymore, Zweihänder, etc). Em geral, a longsword é aquela espada cujo comprimento, incluindo o cabo, supera os 85 cm e pode chegar a 130 cm. Manejava-se com ambas as mãos e era usada em duelos entre cavaleiros, pela infantaria mercenária para abrir brechas em formações de piqueiros e também em funções menos nobres como decapitar prisioneiros.

Já a shortsword é a espada feita para o uso com uma única mão, e seu comprimento pode chegar a até 90 cm. Foi uma arma amplamente utilizada na Antigüidade, mas cujo uso entrou em declínio com o emprego crescente de tropas montadas, para as quais e contra as quais eram necessárias armas de maior alcance. Exemplos incluem o gládio e a spatha romana, o xiphos grego e as espadas célticas, germânicas e vikings. Era usada pelo infante quando as armas de combate a distância se esgotavam (dardos, flechas) ou se tornavam inviáveis pela aproximação iminente do inimigo.

Mas e a bastard sword? A famosa espada bastarda tem este nome porque não se encaixa em nenhuma das “famílias” anteriores (espadas de uma mão e espadas de duas mãos). A espada bastarda também pode ser descrita como “espada de mão-e-meia”, pois pode ser manejada com uma ou ambas as mãos. Portanto, é uma intermediária entre as anteriores.

Obrigado e até a próxima!